segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Viagem de Férias (Parte 1) - Salvador

Salvador foi o ponto de partida da minha viagem e também a cidade em que passei menos tempo. Para poder baratear os custos, optei por ir de ônibus e de lá tomar o avião até São Paulo. Na verdade essa é uma dica que dou para todos: procurem sempre maneiras de sair de aeroportos internacionais, pois normalmente as tarifas são bem mais em conta. No meu caso a viagem completa (ida + volta) custaria cerca de 800 reais saindo de Aracaju. Feito com essa escala, o preço caiu para 280 + 50 reais pro trecho de ônibus entre Aracaju-Salvador. Uma economia de 420 reais (Gente, eu viajo muito mas eu sou pobre! Tenho que contar os centavos!).

Como iria fazer somente uma ponte, não tive tempo de treinar. Quer dizer, não de “treinar” no sentido pesado da palavra, mas antes de encontrar com a Ana e o Fallux eu cedi ao desejo de fazer um ou outro movimento isolado pra matar a saudade do Costa Azul (um dos melhores picos da cidade).

Depois de procurar a casa de Fallux por uns 20 minutos (com 28 kg de bagagem), resolvi pedir socorro e ligar pro pessoal. Meus anfitriões me resgataram de imediato (diferente do que eu fiz toda vez que eles precisaram de mim aqui em Aracaju HAHUHAHUAHUAUHAUHA Sorry guys! I am a fool, but I love yool!).

Esses dois são amuletos que carrego em minha jornada no Parkour. São pessoas que eu posso conversar abertamente sobre assuntos um pouco mais sérios e que sempre possuem uma opinião bastante interessante para fornecer. Obviamente, nem sempre elas casam com a minha, mas sempre que isso acontece conseguimos dialogar bastante e achar meios termos para resolver problemas e concatenar idéias. A conversa da noite se ambientou basicamente no futuro da ABPK e no meu posicionamento pessoal a respeito do Art of Motion. Mal sabia eu que esses seriam os dois assuntos mais importantes dos meus próximos dias.

Engraçado como eles não têm pudores em vir de voadora na minha cara! UHAUHAHUAHU Às vezes tenho que sentar, respirar e queimar as pestanas para que minhas idéias saiam da minha boca de forma clara porque os dois são bastante detalhistas e críticos.

Foi um pouco tempo que me preparou para todos os longos processos de reuniões (e foram vários!) que eu tive oportunidade de participar. Fui escoltado por eles até o ponto de ônibus e cheguei ao aeroporto com folga.

Deu tempo de refletir bastante sobre como a postura de pessoas formadoras de opinião podem manipular ou modificar a forma como um determinado grupo se manifesta. Discutir sobre isso me serviu de alerta (e como um puxão de orelha) para que eu aprenda a sempre deixar meu ponto de vista bastante evidente. Nunca se sabe quando e de que forma um pensamento deixará de ser somente seu e passará a fazer efeito sob outra pessoa. Então contra o imprevisto, a precaução.

Me despedi da Ana sabendo que em duas semanas nos encontraríamos na reunião da ABPK, em São Paulo, e que em setembro veria os baianos novamente no EBAPK (Encontro Baiano de Parkour).


3 comentários:

Ana disse...

Amei a imagem!
AJIOJAIOJAIJUIAHUIAHUAHUAGAAGAHUIAHUIAH
Então meu Dumbinho, bom ouvir tudo isso.
Afinal, nós só sabemos o efeito que causamos nas pessoas quando elas nos dizem.
Acredite, esse momento não foi importante só para você. Até por que, ele norteou a maior parte da nossa ida pra Sampa...
Que nossos embates continuem abrindo os nossos olhos.
ps: Você esqueceu da Flow!
=P

Gustavo Carvalho disse...

A imagem de fallux na foto devia virar o avatar oficial dele! Muito boa!

Getexis disse...

A imagem de fallux na foto devia virar o avatar oficial dele! Muito boa!²

Concordo absolutamente com Gustavo!