quinta-feira, 28 de agosto de 2008

O Início

Muitos já me perguntaram o porquê de eu não ter um blog. A resposta vinha sempre na ponta da língua: "não tenho necessidade".

Uma vez mais (e está cada vez mais constante) eu sou obrigado a voltar atrás do que falo ou faço e redefinir o que realmente é importante para mim. E agora vejo que um blog será importante.

O motivo?
EU sou algo constante em MINHA vida.

Na mesma categoria se enquadram minha evolução como pessoa e o parkour. Manter um histórico da minha forma de pensar, as escolhas que fizer e as falhas que cometer será mais um dispositivo que terei para evoluir.

Para falar a verdade esse blog é um artifício contra a "solidão". Apesar de viajar muito, manter amizade com pessoas do Brasil inteiro e poder sempre contar com a ajuda delas, essa não é a minha realidade.

A minha realidade é o estado em que vivo. E é isso que me faz sentir só. Aqui eu não tenho com quem conversar, não tenho com quem treinar da forma que gostaria e não tenho como levar adiante projetos que beneficiam o coletivo sem a existência desse mesmo coletivo. E o pior, não tenho como usurfruir dos conselhos, advertências e prazeres que somente seriam possíveis se tivesse ao lado pessoas engajadas no mesmo ideal.

Os poucos praticantes do estado mantêm uma política de que minha palavra é soberana e o que digo é a lei. Como atingir algum nível de evolução estando sempre "certo"? Isso explica porque eu estouro meu salário em viagens e sempre volto delas com a sensação de que "poderia ter aproveitado mais".

Esse blog, portanto, meio que funcionará como uma personificação:
Um duddu virtual com o qual o duddu real poderá interagir.

Talvez exteriorizar pensamentos me ajude a corrigir falhas, ou na menor das hipóteses, sirva como um acervo de minha progressão em um percurso sem destino definido.

Oi, meu nome Eduardo e eu sou um tracer.

7 comentários:

cauê disse...

vem morar em casa, dudddu.

Edi disse...

poww ... o q vc precisa é de um edi dizendo:

"vem tem pernas ! pq nao as usa !"

Rachacuca disse...

Quer dizer que agora você também tem um desses?!
jheajheajhejah.

OBA.

Anônimo disse...

POrra...Solidão e foda!
As vezes me sinto só, claro, com outros motivos, estes que me sufocam as vezes.
Pelo fato de ter 19 anos e nunca ter namorado, alguns afirmam que é a melhor coisa que faço...mas quem entendi...nem eu mesmo...
Mas dudu apesar de esta solidão sempre viver em nós em momentos...o bom é sempre, sempre podemos contar com nossas amizades...como Edi(o bicho chato...mas so perdi pra mim =D), gugu(tartaruga preguiçosa) e eu(o chato mais legal do brasil...e mentira..rsrs) e varias outras.
Flw man...sempre que tiver só, e so chamar =D
By Fred

Ícaro disse...

Te admiro facil mlk , tu sabe disso!

christian_lesche disse...

vo ai pro nordeste te da um abraço hehe
gostei do blog, vo acompanha-lo
=]

Marcos Saito de Paula disse...

E ae Dudduzoca,
li tudo no blog mas achei esse post inicial mto interessante e resolvi comentar aqui.
Talvez o motivo da solidão não seja o estado onde vc mora ou o modo de pensar das pessoas a sua volta. Talvez seja o fato de vc pensar e agir diferente da maiorira. Qdo fazemos isso, a maior certeza de todas é de q estaremos mtas vezes só com nossos pensamentos.